Gerenciamento de Redes Sociais: Como Fazer?

O trabalho de gerenciamento de redes sociais vai muito além de fazer postagens periódicas e responder aos comentários. Se bem feito, ele pode gerar muitos clientes e fortalecer a sua marca no mercado.

Por isso, para tirar de vez as suas dúvidas sobre esse tema, confira como montar uma estratégia de gestão de redes sociais em sua empresa. 

O que é gerenciamento de redes sociais?

As redes sociais já fazem parte da vida das pessoas. Por isso, não dá para as empresas ficarem de fora, pois é uma grande oportunidade de construírem um relacionamento com seus clientes.

O trabalho de gerenciamento de redes sociais surgiu dessa necessidade das marcas estarem mais perto de seus consumidores. Esse é um dos objetivos, mas existem outros:

  • divulgar os produtos e serviços;
  • ser um canal de comunicação e de vendas;
  • atrair mais clientes;
  • fidelizar os clientes.

No gerenciamento de redes sociais, além dos profissionais terem a responsabilidade de manter os perfis em dia, eles também precisam monitorar as métricas para ajustar as estratégias de publicações. 

É um trabalho de constância que traz resultados a médio e longo prazo.  

Qual é a importância de gerenciar as redes sociais da sua empresa?

Humanizar as marcas. É isso que o trabalho de gestão de redes sociais faz com as empresas.

Foi-se o tempo em que o trabalho de marketing consistia em "invadir" o espaço do consumidor com propagandas sem fim e sem nem mesmo conhecer o perfil de quem está sendo atingido por elas.

Na era do marketing 4.0, as empresas precisam, antes de tudo, interagir com as pessoas, entender suas necessidades, para, então, atraí-las a resolverem suas demandas com os produtos da marca. 

Isso significa que um bom perfil de rede social de empresa é aquele que posta mais conteúdo de valor, sendo as postagens dos produtos apenas complementos. Nas redes sociais, também existem diferenças entre conteúdos de topo, meio e fundo de funil. 

As mídias sociais são os melhores espaços de construção dessa interação, pois elas se tornam não apenas vitrines, mas também locais onde as pessoas conseguem ver quem está por trás das empresas. Não é à toa que os bastidores são postagens comuns nas redes sociais. 

Outro benefício das redes sociais é que elas podem complementar os canais de atendimento da sua empresa, facilitando a comunicação com os clientes. Nessas mídias, a linguagem é mais acessível e próxima, humanizando ainda mais as marcas. 

Além disso, o gerenciamento de redes sociais também torna a sua empresa mais conhecida no mercado. Muitas pessoas realizam buscas por produtos e marcas nessas mídias e você precisa ser encontrado. 

E ao ser encontrado, se a pessoa ver um perfil bonito, atualizado e com interação entre a empresa e as pessoas, aumentam as chances delas se tornarem clientes. 

Mas, para que tudo isso se torne uma realidade, é preciso planejar. 

Como fazer o gerenciamento de redes sociais?

A seguir, separamos algumas etapas importantes para você construir um bom planejamento para o gerenciamento de mídias sociais.

Planejamento para Gerenciamento de redes sociais

1. Trace o perfil do seu público

Pegue o histórico dos seus clientes e trace personas – representações fictícias do seu cliente baseadas em dados reais.

Isso é importante para definir a linguagem certa para se comunicar com o seu público nas mídias sociais. Os seguintes dados ajudam na construção da sua persona:

  • idade;
  • profissão;
  • cidade onde mora;
  • estado civil;
  • hobbies e costumes;
  • quais redes sociais tem perfil;
  • assuntos de interesse.    

Se a empresa não tiver esses dados coletados, vale a pena realizar uma pesquisa entre os seus clientes – ofereça um brinde especial em troca das respostas. 

LinkedIn, Instagram e Facebook - Gerenciamento de redes sociais

2. Defina em quais redes sociais a sua empresa deve estar

Após construir as personas, o gestor de mídias sociais saberá em quais locais abrir os perfis da empresa.

As principais mídias sociais do momento são:

Isso não significa necessariamente que a empresa deve ter perfis em todas essas redes, já que cada uma delas tem suas características. O profissional precisa avaliar quais opções podem dar maior retorno à marca, evitando que se perca tempo e recursos. 

Calendário para Gerenciamento de redes sociais

3. Elabore um calendário editorial das postagens

Faz parte do gerenciamento de redes sociais a publicação de conteúdos – mas é necessário elaborar um calendário editorial, pois isso ajuda na organização e na constância das postagens.

É importante dividir os conteúdos em topo, meio e fundo de funil. Por exemplo:

  • Topo de funil: dicas gerais sobre o nicho, frases, memes, bastidores da empresa, etc. para gerar engajamento e identificação. Não é preciso nem citar os produtos da marca. 
  • Meio de funil: postagens mais aprofundadas, que já apresentam noções de como a empresa pode resolver problemas ou atender a desejos. Gera engajamento e incentiva a participação das pessoas. 
  • Fundo de funil: postagens sobre os produtos e serviços da empresa. O objetivo é a conversão em vendas.

Por isso, crie um calendário de postagens e divida os assuntos entre os dias da semana. Em redes sociais que tenham stories, não se esqueça de planejá-los também. 

4. Crie campanhas pagas para aumentar o alcance do perfil

Não é só de tráfego orgânico que vivem as redes sociais. 

Também faz parte da responsabilidade do gestor de mídias sociais a elaboração de campanhas patrocinadas em determinados períodos – como em épocas de lançamento de produtos ou como estratégia de branding. 

Uma vantagem dos anúncios pagos das redes sociais é que eles podem levar o usuário diretamente a páginas externas, como o site da empresa, aumentando a chance de conversão em vendas. 

Felizmente, é possível segmentar bem os anúncios para que eles sejam alcançados pelos perfis ideais que consomem produtos do seu nicho. Por isso, cabe ao gestor configurar os anúncios e acompanhar os resultados. 

5. Interaja com os seguidores 

Não adianta muito fazer um trabalho de gerenciamento de redes sociais se as marcas não interagem com os seguidores, certo?

Por isso, também está incluso no gerenciamento de redes sociais a tarefa de comunicação. Responder a comentários, curtir, responder mensagens privadas, etc.

E também é importante ter um plano de gerenciamento de crises. Afinal, clientes insatisfeitos podem surgir nos perfis, comprometendo a reputação da marca. 

A empresa precisa ter uma postura adequada para lidar com esses imprevistos, de forma a não prejudicar a imagem do negócio.  

6. Monitore os resultados das publicações e dos anúncios

Também cabe ao gestor de mídias sociais a definição das métricas e KPIs que medirão o desempenho da empresa nas redes. 

Isso é fundamental para entender o comportamento dos usuários – por exemplo, quais tipos de posts geram mais engajamento –, e, assim, traçar estratégias para melhorar a interação e conquistar mais seguidores. 

Junto às métricas, também é importante estabelecer os objetivos de cada postagem para que os dados sejam bem interpretados. 

Ferramentas para gerenciamento de redes sociais 

Utilizar ferramentas para gerenciamento de redes sociais facilita o trabalho do gestor, pois elas podem integrar vários processos em um só lugar, garantindo mais produtividade. 

A simples função de programar os posts nos dias e horários certos, por exemplo, já faz o gestor economizar muito tempo.

Existem diversas ferramentas no mercado – e a seguir vamos citar algumas delas:

  • RD Station Marketing: é uma ferramenta que auxilia no gerenciamento do Facebook, LinkedIn e Twitter, além do e-mail marketing da empresa. Além de programar as postagens, também é possível acompanhar as métricas.
  • Postgrain: essa é uma ferramenta específica para o gerenciamento do Instagram. É possível programar postagens (inclusive no Stories), fazer reposts, monitorar e responder comentários, além de outras funcionalidades. 
  • mLabs: a ferramenta permite o gerenciamento do Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter, YouTube, Pinterest e também da página do Google Meu Negócio. Ela tem várias funcionalidades, como agendamento de posts, responder mensagens, relatório de métricas, aprovação de conteúdos, etc. 
  • Scup Social: essa ferramenta pode ser muito útil nas fases de planejamento do gerenciamento de redes sociais. Ela possibilita o monitoramento dos concorrentes e um melhor entendimento do comportamento do público nas redes. É possível identificar tendências, melhorar campanhas, além de outras funcionalidades interessantes. 
  • Reportei: trata-se de uma plataforma interessante que gera relatórios de métricas de várias redes sociais, como Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube e Google Analytics. Isso otimiza o tempo de análise dos resultados, já que em um único dashboard você tem acesso aos dados de todos os perfis. 

Conclusão 

O trabalho de gerenciamento de redes sociais requer muito planejamento e constância para se colher os resultados esperados.

No entanto, sabemos que nem todas as empresas dispõem de uma equipe de profissionais para cuidar dessa parte. Afinal, é um trabalho que exige tempo, dedicação e capacitação.

Por isso, a nossa equipe da A7B pode te ajudar nessa tarefa! Oferecemos o serviço de Social Media, que inclui todas as etapas de planejamento, de criação de postagens e de acompanhamento dos resultados em todos os seus perfis de redes sociais. 

Quer saber mais detalhes? Então confira aqui o que está incluso em nosso serviço de Social Media e agende agora mesmo uma conversa conosco!

Inscreva-se em nossa newsletter!