Google Shopping E-commerce: como funciona?

Se você tem um e-commerce e ainda não utiliza o Google Shopping para aumentar as suas vendas, então precisamos conversar.

O Google Shopping é um recurso criado pelo Google em 2011 e hoje ele é um dos mais utilizados pelos usuários que querem encontrar mais facilmente diferentes produtos, comparando preços e outros detalhes. 

Afinal, basta digitar a palavra-chave relacionada ao produto no motor de busca para que o Google Shopping entre em ação. Por isso o seu e-commerce precisa fazer parte dele!

Então, entenda a seguir como esse recurso funciona e como aderir.

Produto Google Shopping
Fonte: Google

O que é o Google Shopping? 

O Google Shopping é simplesmente uma vitrine online que mostra produtos de todas as lojas virtuais que estão cadastradas no recurso.

Aliás, o seu funcionamento é bem semelhante ao de sites de comparadores de preços, como o Zoom e o Bondfaro. 

Quando um usuário entra no motor de busca do Google e digita palavras-chave relacionadas ao produto que deseja, então os resultados entregam uma lista de opções contendo fotos, preços, características e um filtro para refinar ainda mais a pesquisa. 

É importante dizer que apesar do Shopping mostrar todas as características dos produtos, a compra é feita na própria loja virtual que fez o cadastro do produto nesse recurso. 

Isso significa, portanto, que o Google Shopping ajuda a levar tráfego para o e-commerce, aumentando as chances de conversão em vendas

Como funciona o Google Shopping do ponto de vista do cliente?

Do ponto de vista do cliente, existem atualmente duas maneiras dele encontrar os produtos que procura no Shopping.

A primeira delas é utilizando o motor de buscas do Google. Por exemplo: ao pesquisar a palavra "notebook", o resultado da pesquisa será entregue assim:

Exibição produtos no Google Shopping

O Google automaticamente mostrará uma vitrine de opções de notebooks, que aparecerá na primeira posição do resultado da pesquisa.

A segunda maneira de encontrar o produto desejado é indo diretamente na página do Google Shopping, ou, ainda, indo à aba "Shopping" nesse mesmo resultado acima.

Então, os resultados serão mostrados com mais detalhes, e, ainda, com opções de filtros para refinar as buscas: 

Anúncios Google Shopping

Ao clicar em determinado produto, seja na descrição ou no botão "acessar o site", então o usuário é encaminhado diretamente à página desse mesmo produto na loja virtual – dessa forma, então, a compra pode ser realizada.

O Shopping vem passando por constantes atualizações, sendo que uma das mais recentes é que agora o usuário também pode encontrar boas ofertas e promoções baseadas em sua localização. Esta é uma integração entre o Shopping e o Google Maps.  

Como funciona o Google Shopping do ponto de vista do e-commerce?

Do ponto de vista da loja virtual, o Shopping é uma ótima maneira de gerar mais visibilidade ao negócio, de acordo com os produtos cadastrados para aparecerem no recurso.

Note que ao entregar os resultados de uma pesquisa, são exibidos os links patrocinados (ads shopping), isto é, os anúncios pagos. Ou seja, até o momento, esta é a única maneira da sua loja virtual aparecer nesse recurso – mas isso vai mudar, como veremos a seguir.

Veja como os anúncios aparecem no Google Shopping:

Carrossel produtos Google Shopping
Exibição com informações Google Shopping

No entanto, no início de 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus, o Google anunciou que não será mais preciso utilizar o ads shopping (anúncios pagos) para que as lojas virtuais apareçam no Google Shopping.

O Shopping grátis está sendo liberado pelo mundo e a expectativa é que em breve isso também seja possível aqui no Brasil.

Mas como o Google Shopping grátis funcionará? Ainda não sabemos ao certo. Mas já é possível dizer que os anúncios pagos continuarão aparecendo no topo dos resultados da pesquisa.

Então, provavelmente, a mudança será parecida com o motor de busca geral do Google. Onde os primeiros resultados são os anúncios, e, logo a seguir, aparecem os resultados orgânicos.  

Por isso, será cada vez mais necessário caprichar nas técnicas de SEO local para que a loja virtual apareça nesses primeiros resultados orgânicos. 

É importante dizer que embora os resultados das pesquisas se deem em função de palavras-chave, os produtos são escolhidos para exibição no Google Shopping por conta de seus atributos que constam no cadastro feito pela loja virtual. 

Isso demonstra a importância de cadastrar os produtos com todos os detalhes possíveis, para que eles sejam mais relevantes e melhor posicionados no resultados das buscas. 

Mais adiante aqui no post vamos falar sobre esse processo de cadastro, que é feito em uma ferramenta chamada Google Merchant Center. 

Quais as vantagens de aderir ao Google Shopping?

O Shopping leva mais tráfego ao seu e-commerce

Quando um visitante pesquisa por um produto no Google e os primeiros resultados exibidos são aqueles do Shopping – com fotos, descrição e preço – aumentam as chances dele entrar na loja virtual (aumentando, portanto, a taxa de cliques em sua página e as chances de conversão).

O Google Shopping ajuda na aquisição de leads qualificados

Quando um usuário faz uma pesquisa por um produto específico, isso significa que ele já está lá na etapa final do funil de vendas, ou, pelo menos, mais perto disso.

Afinal, se ele digita "SmartTV 4k em promoção", ele já demonstra interesse em comprar a televisão – diferentemente se tivesse digitado "Quais melhores opções de smartv".

E quando esse usuário já digita palavras-chave fundo de funil, então ele é considerado um lead qualificado – isto é, um potencial cliente. Com o anúncio do seu produto aparecendo, as chances de vendas aumentam. 

O Google Shopping potencializa suas campanhas de anúncios

Se o seu e-commerce já tem o costume de criar campanhas de links patrocinados pela web, então o Shopping potencializa ainda mais esses anúncios.

Com campanhas bem configuradas, estratégias certas (por exemplo, investir em remarketing), lances bem ajustados e resultados relevantes, a sua loja virtual ganha ainda mais visibilidade e a chance de mais conversão em vendas. 

O Shopping também fornece relatório de desempenho

Ao investir em ads shopping, você também passa a ter acesso a um relatório completo com o desempenho dos anúncios no Google Shopping.

Na prática, é possível obter dados muito relevantes e que ajudam a entender o que pode ser refinado na campanha. 

Por exemplo: é possível saber quais categorias de produtos estão gerando mais cliques. Essa informação é muito valiosa, pois a partir dela, você consegue criar grupos de anúncios com os produtos que têm mais chances de se converterem em vendas. 

E outro detalhe: no Google Shopping você também obtém informações sobre a performance dos seus concorrentes, para trabalhar mais em seu diferencial competitivo. 

Merchant Center
Fonte: Google

Google Merchant Center: o primeiro passo para você aderir ao Google Shopping

Uma dúvida muito comum dos empreendedores que têm lojas virtuais é como colocar produtos na ferramenta e como vender no Google Shopping.

Bom, a segunda dúvida já respondemos: ao aparecer o seu produto nos resultados de pesquisa desse recurso, o usuário pode entrar em sua loja virtual se ficar interessado em comprá-lo ou em saber mais detalhes. 

Agora, como colocar produtos no Google Shopping? A resposta é o Google Merchant Center. É nessa página que você vai fazer o cadastro no Google Shopping e fazer o upload dos produtos. 

Assim como o Google Meu Negócio é a ferramenta para negócios locais, o Google Merchant Center é a página específica das lojas virtuais que querem saber como aparecer e como anunciar no Google Shopping. 

Para colocar produtos no Shopping, portanto, você precisa fazer o cadastro da sua loja virtual e, então, fazer o upload da lista de produtos criando um feed de produtos na ferramenta, cujo arquivo pode ser em texto ou em XML.  

E como criar as campanhas e anúncios no Google Shopping? Basta utilizar o Google Ads dentro do próprio Google Merchant Center. As campanhas são criadas com base na listagem de produtos que você subiu na ferramenta.

As campanhas criadas no Google Merchant Center tendem a converter mais, já que são anúncios com fotos, nome do produto e preço, ajudando a atrair mais leads qualificados.

No entanto, também é possível espalhar mais anúncios desses mesmos produtos do Shopping pela web utilizando o Google Ads.

Eles podem aparecer:

  • no próprio Shopping;
  • na rede de pesquisa do Google;
  • no Google Imagens;
  • no Google Maps;
  • em sites de parceiros de pesquisa;
  • na rede de display do Google, o que inclui Gmail, YouTube e Google Discover. 

Para facilitar a vida das lojas virtuais, o Google também disponibiliza uma forma de criar campanhas inteligentes no Shopping, o que é chamado de "smart shopping".

Quando você configura campanhas inteligentes do Shopping, o Google automaticamente passa a exibir diferentes anúncios nas redes.

De acordo com as informações do feed de produtos – testando os que são mais relevantes e exibindo-os em diferentes locais.  

E agora, como começar a aparecer no Shopping?

Bom, esperamos que depois de todas essas informações, você esteja convencido de que também precisa promover o seu e-commerce no Google Shopping.

Afinal, ele é o primeiro resultado que aparece nas pesquisas de produtos, além de levar mais leads qualificados ao seu site, aumentando a chance de vender mais.

Mas é claro que sabemos que você tem uma série de demandas dentro da sua rotina à frente de uma loja virtual, e, portanto, precisa da ajuda de uma equipe especializada. Afinal, existem detalhes importantes na hora da configuração das campanhas de anúncios que podem fazer a diferença nos resultados.

Por isso, aqui na A7B nós oferecemos um serviço perfeito para essa demanda: Mídia de Performance. Nele, não apenas ajudamos na criação e na análise de anúncios no Shopping, mas também em toda a web, incluindo os anúncios em redes sociais. 

Conheça aqui mais detalhes sobre o serviço de Mídia de Performance e agende já uma conversa com a gente!

Inscreva-se em nossa newsletter!